Aterragem e cuidados

Elm: Espécies e Recursos Comuns

Pin
Send
Share
Send


Elm pertence à família Ilmov. Esta é uma árvore grande, com uma copa densa e espalhada, encontrada na Europa, América do Norte, Ásia na zona temperada e também na Ásia tropical nas montanhas. O nome latino Ulmus deriva do nome celta deste olmo. No idioma russo, existem vários nomes de plantas: olmo, olmo, casca de bétula, olmo, mas geralmente são nomes de espécies diferentes. No total, existem 16 espécies deste gênero.

Como é o olmo?

Elm - uma árvore grande com uma coroa elíptica ou arredondada. Espalhando galhos com folhagem densa. As folhas são simples, grandes, alternadas, muitas vezes desiguais. A planta floresce antes das folhas florescendo. As flores são discretas, pequenas, se juntam em cachos. As nozes aladas amadurecem várias semanas após o período de floração. As sementes perdem a germinação rapidamente. A madeira do olmo é sólida, semelhante à noz europeia, é considerada uma raça valiosa.

Elm dá uma sombra grossa, mas ele adora lugares ensolarados. Em tenra idade, cresce rapidamente, especialmente se o solo é fresco, fértil, solto.

Resistente a condições secas, tolera poda.

Galeria de Fotos





Espécies comuns de olmo

  • Inglês (Ulmus procera Salisb) cresce no sul e oeste da Europa. Distribuído em florestas mistas de folhas largas, em vales de rios, planícies de inundação de rios em solos ricos.

    A árvore cresce até 50 m e apresenta alta resistência ao inverno.

  • Elm Androsova (Ulmus x androssowii Litv) - um híbrido entre agachamento e olmos densos. Muitos o atribuem a uma variedade de olmos agachados. A árvore atinge 20 m, possui uma copa muito densa na forma de uma tenda. A casca é cinza, em brotos jovens é amarelada ou cinza. As folhas são ovadas e arredondadas, apontando para o ápice, crescendo em estacas macias de 1 cm de comprimento, e os frutos alados são angulares, de 2,5 cm de comprimento.

    A espécie é resistente ao inverno, precisa de solos com umidade moderada, embora tolere muito bem a aridez. Cresce rapidamente, propagado por sementes. Frequentemente usado na construção de parques, bonito em plantações de grupo e em solitário. Também usado como cobertura.

  • O olmo comum também é chamado de liso (Ulmus laevisPall). Cresce na natureza na parte européia da Rússia, Sibéria Ocidental, Cáucaso, Cazaquistão e Europa Ocidental. Esta árvore tolerante à sombra, preferindo solos ricos, geralmente cresce em florestas decíduas.

    Cresce até 25 m, possui uma linda coroa larga elíptica. Os galhos são finos, pendurados. Os brotos jovens são fofos; com o envelhecimento, tornam-se macios e brilhantes. A casca é marrom clara, escurece em árvores adultas, torna-se marrom-acastanhada e esfolia com placas finas. Folhetos oblongos, pontudos, desiguais na base. As bordas das folhas são irregulares. Acima das folhas são verde escuro, verde claro abaixo. A parte inferior das folhas é macia e peluda, a parte superior fica nua. No outono, a cor muda para tons marrom-roxo. As flores são pequenas, acastanhadas, com estames roxos salientes. Pedúnculos compridos, descendentes. O olmo floresce por 10 dias, após o que os frutos do leão são formados com cílios ao longo da borda.

    Elm é uma vida longa, vive até 300 anos. Cresce rapidamente, tolera um corte de cabelo, mantém a forma de uma coroa. Nas condições urbanas, cresce lentamente, especialmente em solos pobres e secos. No início da queda das folhas, pode ocorrer secagem da coroa. Solos densos e asfalto também inibem o crescimento de olmos. Ele não gosta de sombreamento de edifícios, poeira, salinização do solo.

    É usado em plantações de grupo único, fica bonito nos becos.

  • Dipper (Ulmus carpinifolia Rupp. Ex Suckow) encontrado no Cáucaso, na Ásia Central, na parte européia da Rússia, norte da África, Cazaquistão e Europa Ocidental. Cresce em florestas de folhas largas em lugares claros.

    O olmo atinge 20 m de altura, possui uma copa densa, alcançando 10 m de diâmetro.

    Os ramos são finos, marrom escuro, apresentam crescimentos de cortiça. As folhas são verde-escuras, densas, desiguais, brilhantes. Forma e tamanho variam. Folhetos superiores nus, cobertos com pelos esparsos abaixo. No outono, a folhagem fica amarela brilhante. Floresce antes que as folhas se abram, pequenas flores são vermelho-avermelhadas, reunidas em cachos esféricos. Frutos do leão com 2 cm de comprimento.

    Muito resistente ao inverno, bastante tolerante ao sal. É pouco exigente para o solo, embora seja observado crescimento ativo em solos nutritivos e umedecidos.

    Ele forma sebes e paredes densas, é usado no design de jardins, praças, parques.

  • Grosso (Ulmus densa Litv) comum na natureza na Ásia Central. É uma árvore alta, de até 30 m, com uma copa densa, larga, piramidal e abaixada. A casca dos brotos jovens é marrom-acinzentada ou cinza; nos galhos antigos, está escura. Os folhetos são de couro, oblongos e ovais, tão nus quanto pubescentes.

    Uma árvore despretensiosa, resistente à seca, portanto, é perfeita para o paisagismo na parte sul da Europa da Rússia, para plantações únicas, criando becos e composições.

  • Palhetas (Ulmus laciniata (Trautv.) Mayr) cresce no leste da Ásia, no Extremo Oriente. Localizado em florestas mistas de coníferas e caducifólias. Esta árvore é resistente à sombra, bastante resistente ao gelo. É bom aplicar em jardinagem decorativa.
  • Cirrus também chamado Karagach cirrus e Eucalipto (Ulmus pinnato-ramosa Dieck). Cresce em estado selvagem no Cazaquistão, Extremo Oriente, Sibéria Oriental e Leste Asiático. Geralmente cresce em seixos, areias, cascalho e é encontrado em florestas leves e florestas de vale. Ele adora lugares iluminados, tolerância ao sal.

    Uma árvore cresce até 15 m. A coroa é aberta, esparramando em árvores jovens, ovais em adultos. Os galhos são finos, flexíveis, caídos, cinza-pubescentes. As folhas pequenas são elípticas, macias, simétricas, verde-escuras no verão, amarelas no outono. As folhas estão dispostas em duas fileiras, de modo que os brotos parecem cobertos com grandes folhas pinadas, por esse motivo esse nome foi dado à espécie. As flores são pequenas, juntam-se em cachos.

    O cirro elm é bastante resistente ao inverno, congela em invernos rigorosos. Resistente à seca, pouco exigente ao solo. Cresce muito rápido. Mas as grandes árvores atingem apenas as regiões do sul em solos bem úmidos. Resistente às condições urbanas, ao asfalto, poeira das ruas, fumaça. Ele é bonito em pousos decorativos, mas não dá sombra à rua. Uma coroa mais compacta e grossa pode ser formada aparando.

  • Squat Elm também chamado com folhas pequenas, Ilmovik (Ulmus pumila L). Cresce em estado selvagem no Extremo Oriente, norte da Mongólia, Japão, Coréia e Transbaikalia.

    Ocorre em florestas mistas de folhas largas e prefere solos férteis.

    Baixo, cresce até 15 m, às vezes cresce com um arbusto com uma coroa densa e arredondada. Os galhos são finos e jovens pubescentes. Os folhetos são pequenos, elípticos, de couro, com uma ponta curta e afiada, um tanto desigual.

    Na primavera, as folhas são verdes, a parte inferior da folha é verde claro. No verão, as folhas escurecem, no outono amarelo-oliva. As flores se reúnem em pequenos cachos. Sementes de leão são buffy ou marrom-amarelo. A resistência do inverno é média, esta espécie é fotofílica, despretensiosa ao solo, à sua riqueza e umidade.

    O olmo de agachamento é tolerante à seca, tolera moldes e cortes de cabelo. Desenvolve-se em ambientes urbanos.

    Esta espécie é fácil de tolerar transplantes, muito boa para o paisagismo de áreas áridas. A vantagem indubitável do olmo é a ausência de filhos de raízes, uma qualidade maravilhosa para a construção de jardins e parques. É usado no paisagismo de novos edifícios, criando coberturas e plantando ruas.

  • Akin elm tem um segundo nome - Casca de bétula japonesa (Ulmus propinqua Koidz = U. japonica (Rehder) Sarg). Cresce no leste da Transbaikalia, Mongólia, Japão, norte da China e Extremo Oriente. Distribuído em florestas de cedro e folha caduca.

    Esse tipo de olmo é uma planta grande de até 35 m de altura, bonita, com tronco reto reto regular, copa larga e espessa, bastante densa.

    A casca é esbranquiçada no tronco, marrom nos brotos, lisa ou com crescimentos de cortiça; fica bonita quando a planta não é coberta por folhagem.

    Brotos jovens têm uma borda grossa, brotos marrons escuros. As folhas obovadas têm uma base desigual; crescem em um pecíolo curto. As folhas superiores são pubescentes ásperas, macias abaixo. Na primavera, a folhagem é verde, escurece no verão, vermelho acastanhado, framboesa escura, castanha marrom no outono e folhas esbranquiçadas abaixo. As flores são pequenas, avermelhadas, reunidas em cachos. Sementes-peixe-leão marrom amarelo.

    O vidoeiro japonês cresce mais rápido que outros olmos, tolera sombreamento, geada e condições urbanas. Propagado por filhos e sementes de raízes. Bom para cidades de paisagismo, parques, construção verde. Especialmente bonito no outono.

  • Olmo áspero também chamado Montanha Ilm (Ulmus scabra Mill. = Glabra Huds). Cresce nos Balcãs, na Escandinávia, no território europeu da Rússia, na Ásia Menor e na Europa Central.

    Distribuídos em florestas decíduas e coníferas-decíduas, geralmente em solos calcários.

    Esta espécie possui uma copa larga e arredondada, bastante densa, que cresce até 35 m em boas condições. A casca é lisa, marrom escura, nos galhos de marrom escuro. Os galhos jovens são densamente cobertos de pelos. As folhas são grandes, com até 17 cm de comprimento.

    Obovate, com dentículos afiados ao longo da borda. O topo das folhas é áspero, o fundo é rígido. A folhagem é verde escuro, fica amarela no outono. As flores são indescritíveis, reunem-se em cachos esféricos, crescem em pedicelos longos. Flores olmo até 7 dias.

    As sementes são grandes, aladas, esverdeadas.

    Esse olmo cresce rapidamente, ao contrário de muitas outras espécies, exige no solo sua umidade. Cresce bem em locais sombreados, é resistente à geada, tolera boas condições urbanas e é tolerante à seca.





Jardim real. Olmo plantado pelo rei (vídeo)

O olmo áspero vive por muito tempo, até 300 anos. Vai bem no plantio decorativo com carvalho, tília, bordo.

Pin
Send
Share
Send